segunda-feira, 31 de julho de 2017

Ator de "Cidade de Deus" suspeito de matar sargento se entrega à polícia

Ivan da Silva Martins atuou em "Cidade de Deus" e entrou para o mundo do crime; agora o jovem está sendo acusado de assassinar um sargento.

Ivan da Silva Martins , que participou do filme "Cidade de Deus" e, mais tarde, entrou para o mundo do crime, ficando conhecido como Ivan da Rocinha ou Ivan, o Terrível, entregou-se para a polícia do Rio de Janeiro, na Delegacia de Combate às Drogas , nesta segunda-feira (31). O jovem é suspeito de ter participado da morte do sargento da Polícia Militar , Hudson Silva de Araújo, de 46 anos.               
Jovem ator de
Reprodução
Jovem ator de "Cidade de Deus" é acusado de participar de assassinato de sargento da Polícia Militar
O crime ocorreu na madrugada do dia 23 deste mês, no morro do Vidigal, na zona sul da cidade do Rio de Janeiro. O ator de "Cidade de Deus" teve a prisão preventiva decreta dias após o ocorrido, e decidiu se apresentar voluntariamente à polícia, após algumas negociações com a polícia.  Ivan Martins chegou acompanhado à Cidade da Polícia pelo fundador da ONG AfroReggae , José Junior, que intermediou a apresentação do acusado.
               
O jovem é apontado pela polícia como um dos principais suspeitos de ter participado da morte do Sargento. Ele também é apontado como o responsável por xtorquir dinheiro de motoristas de transporte alternativo que circulam pela favela da Rocinha, que fica ali perto e é comandada pela mesma facção criminosa a qual o jovem faz parte. Contudo, Ivan Martins nega as acusações e diz não estar envolvido no assassinato.

Relembre o caso

Na madrugada do dia 23 de julho deste ano, o Sargento da Polícia Militar do Rio de Janeiro, Hudson Silva de Araújo foi assassinado em um confronto com bandidos no Morro do Vidigal, na zona Sul do Rio de Janeiro.
 
Hudson foi o primeiro PM a ser morto na comunidade após a implantação de uma Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) no local - que ocorreu em 2012. Ferido com um tiro na cabeça, o policial chegou a ser levado para o hospital Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, mas já chegou ao local sem vida. 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário