sábado, 28 de março de 2015

Polícia Federal investiga fraude de até R$ 19 bilhões na Receita Federal




Na manhã desta quinta-feira (26) a Polícia Federal deflagrou a Operação Zelotes, responsável por desarticular organizações criminosas que podem ter rendido um prejuízo de até R$19 bilhões à Receita Federal. Os 41 mandados de busca e apreensão serão cumpridos em Brasília, São Paulo e no município de Juazeiro do Norte, no interior do Ceará.
 
O esquema de corrupção ocorria no Carf (Conselho de Administração de recursos Fiscais), órgão que realiza julgamento de recursos administrativos de autuação promovidas pela Receita Federal.
 
Cerca de 180 policiais federais e mais 55 fiscais da Receita Federal integram a operação. As investigações, que se iniciaram ainda em 2013, mostraram que servidores do órgão estariam manipulando o trâmite de processos e até mesmo o resultado de julgamentos junto ao conselho. Segundo a PF, o prejuízo de R$ 5,7 bilhões já foi confirmado.
 
As informações são de que o esquema buscava corromper conselheiros para diminuir ou anular multas aplicadas. Os servidores envolvidos repassavam informações para escritórios de assessoria, consultoria e advocacia nas localidades envolvidas para captar clientes e oferecer facilidades no órgão da Receita.
 
Os investigados devem responder por crime de advocacia administrativa fazendária, tráfico de influência, corrupção passiva, corrupção ativa, associação criminosa, organização criminosa e lavagem de dinheiro, penas que se somadas podem chegar a mais de 50 anos de prisão.
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário